Ficha Técnica
Vão das Almas, de Edileuza Penha de Souza e Santiago Dellape (Fic, Brasília-DF, 2023, 15 min.)
LCurta • Ficção • 2023 • 15min
No Quilombo Kalunga, a profecia da Matinta corta o vilarejo-fantasma do Vão de Almas como uma corrente de ar gelado: “Existem vários tipos de Saci. Pererê é aquele menorzinho, que prega peça. Saçurá faz maldade...” Elenco: Deusenir Santana / Doroty Marques / Kaléo Henrique / Luan Vinícius / Romes Santos

Ficha Técnica

Direção: Edileuza Penha de Souza / Santiago Dellape

Roteiro: Davi Mattos / Edileuza Penha de Souza / Santiago Dellape

Produção Executiva: Larissa Rolim / Santiago Dellape

Direção de Fotografia: David Alves Mattos / Cled Pereira

Direção de Arte: Sarah Noda

Trilha Sonora: Rafael Maklon

Supervisão Musical: Sascha Kratzer

Desenho de Som e Mixagem: Micael Guimarães

Som Direto: Marcos Manna

Microfonista: Agnes Magalhães

Montagem: Sergio Azevedo / Santiago Dellape

Consultoria de Montagem: Eduardo Valente

VFX: Please No

Colorização: Junior Xis

Maquiagem e Caracterização: Pietra Sousa

Maquiagem de Efeitos: Ana Pieroni

Figurino: Claudia Wiltgen

Figurinista Assistente: Bruno Pupe

Assistente de figurino: Julia Kalí

Produção de Objetos: Rosa Morbach

Contrarregra: Walisson Barba

Assistente de Contrarregra: Tarcísio dos Santos Rosa

1º assistente de Câmera: Cled Pereira

2º assistente de Câmera: Lucas Kato Pio

Foto Still e Logger: Ágata Marques

Drone: Ítalo Barreto

Gaffer: Zé Bessa

Maquinista: Erlesson Tavares – Feijão

Eletricista/Maquinista: Herico Boleli

Direção de produção: Katia Aguiar

Produção de Frente/Platô : Cleber Machado / Deni Moreira

Produção de Locação: Ednolia Andrade

Produção de Elenco: Estela Aguiar

Assistente de Platô: Ledimar dos Santos Rosa

Assistentes de Produção: Adenilson Santos Rosa / Romes Santos

Produzido por: Nada Consta / Gancho de Nuvem / Sebastiana Mídias e Produções

Realizado com recursos do FAC / SECEC-DF

Edileuza Penha de Souza é professora na UnB, pesquisadora e documentarista, egressa da EICTV, Cuba. Dirigiu e escreveu 5 curtas documentais, incluindo Filhas de Lavadeiras (2020), melhor curta do 25º É Tudo Verdade e do 20º GP do Cinema Brasileiro.

Santiago Dellape fez 1 longa, 1 telefilme e 6 curtas, incluindo Ratão, melhor filme do júri popular no 38º Festival de Gramado. Mestre em Artes Cênicas pela UnB, onde se formou em Audiovisual e Jornalismo, estudou Cinema no curso de verão da UCLA.